Mais um site WordPress.com

Micro-inspiração

 Já vi muitas odes, poemas, quadrinhas, sonetos, madrigais, rondós e zarzuelas. Mas… um poema dedicado ao computador ? É o primeiro que me chega às mãos. Vem da terra de Fernando Pessoa, Florbela Espanca e Miguel Torga. A poeta é Anita, dona dos blogs Branco e Preto e Nosso Portugal. Vamos lá:
      Finalmente sorriste
      Comecei, de mansinho, muito a medo
      desconhecendo ruas, trilhos, vielas
      Apalpei temerosa o desconhecido
      que curioso me questionava
      sempre que lhe tocava
      Primeiro um dedo, dois, três, a mão
      deslizando pelo seu corpo rígido
      entre acromas planícies e vales
      de saliências rochosas, desertas
      áridas de mim. Tudo em vão.
      Persistente, determinada, curiosa
      de saberes novos, arriscava
      Amálgama de palavras e letras obtia
      dispersas, perdidas, incoerentes
      Mesmo assim, decidida, tentava…
      Apelei deuses, santos e anjos
      divindades míticas dos bosques
      ao vento, à tempestade, ao mar
      orei que em ser vivo te tornasses
      para dar, receber e amar
      Percorri rotas, sinalizações
      Vesti-me de cores vivas, de luz
      futilidades, ornamentações
      Segui leituras, observações
      que sei, agora, que a ti me conduz
      Trabalhei-te com calma e serenidade
      Obtive o que queria
      Sem sofrimento nem mágoa ou dor
      desnudei-te… e tu sorrias
      feliz, por mim, meu computador.
 

Comentários a: "Micro-inspiração" (3)

  1. olá, gostei desse poema e seu space está ficando uma joia. gostei tbm do email, abraço.

  2. Está de parabéns a Inspirada Anita! Sem dúvida, é um interessante poema!… Bem escrito, bem situado, bonito e inusitado! Aliás, dessa terra pródiga em vultos notáveis, e berço de maravilhosos poetas, a exemplo de Fernando Pessoa, Miguel Torga e Florbela Espanca, só há de esperar-se: sentimento, inspiração e lirismo! Agradeço ao amigo por haver pensado nesta aprendiz de poesia, quando transcrevia o poema, muito embora eu reconheça: os meus poucos conhecimentos como "operadora de computador", não me credenciam para escrever versos bonitos como esses que foram produzidos com tanta propriedade! E sabe o que mais, amigo Carlos Ferreira?!… Essas três horas de música popular portuguesa, dignas de admiração e aplauso, fazem um grande bem ao coração e à alma! Além disso, o Senhor inseriu novas e belas atrações no Espaço!… Coisa de artista, é o que acho! Ex-Positis (permita-me utilizar o termo)…, como admiradora de sua arte, faço de público, um pedido: o versátil "Carlos Ferreira", poderia me conceder um autógrafo?!… – Muito me honraria! 

  3. Nossa é muito legal esse poema! Realmente eu também já vi de tudo mas versos ao pc é a primeira vez!!! Risossssssss

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Nuvem de etiquetas

%d bloggers like this: